FACEBOOK

DUDU 27

Nesta segunda-feira, 7 de janeiro, Eduardo Pereira Rodrigues, o Dudu, está completando 27 anos. O jogador está indo para a sua 5ª temporada com a camisa Alviverde, tendo conquistados três títulos, uma Copa do Brasil e dois Brasileiros.

Neste texto, não falarei da carreira do Dudu, mas da minha visão como torcedor durante sua trajetória com o nosso manto. Trajetória esta que começou lá em 2015, quando todos nós nos surpreendemos com o anúncio de sua contratação no dia 11 de janeiro, afinal de contas, Dudu era disputado por Corinthians e São Paulo, e não se imaginava qualquer destino diferente que não fosse um desses clubes.

Confesso que quando o jogador era disputado pelos dois times citados acima, eu debochava, dizia que eles pareciam estar disputando o Messi, que o Dudu não valia toda aquela disputa, pois é, o futuro me mostraria que ele valia sim.

Aos poucos, Dudu foi ganhando minha confiança, aquele baixinho, que não tinha medo de ir pra cima e deixava os adversários doidinhos, usando a camisa 7, claro que a comparação com Edmundo foi inevitável. Desde sempre o Dudu já mostraria que teria que passar por cima de muita coisa para chegar a glória.

Primeiro foi a expulsão na final do paulista de 2015, na qual ele escapou de um gancho pesado, ficando de fora apenas alguns jogos durante o campeonato brasileiro. Naquele ano o Palmeiras conquistaria a Copa do Brasil e Dudu seria o protagonista da grande final, por ironia do destino, contra o mesmo adversário da final do paulista. Dudu fez dois gols nos 90 minutos, e o Palmeiras, nos penaltis, garantiu o Tri.

Em 2016, Dudu (a meu ver) foi o protagonista do nosso título brasileiro, o enea, título este na qual o Palmeiras não ganhava desde 1994. Foi nesse ano que eu comecei a entender melhor a importância de Dudu para o time, percebi como as coisas são diferentes quando ele joga mal ou quando ele não está em campo.

Em 2018, Dudu, novamente foi o protagonista de mais um título brasileiro, o deca. Não, a toa, foi escolhido o craque do brasileirão. O baixola simplesmente só não fez chover nesta campanha, inclusive, ele só não fez chover desde que chegou. No jogo contra o América-MG, válido pela 36ª rodada, ao marcar o terceiro gol da vitória por 4x0, Dudu chegou a 55 gols, superando Vagner Love, e se tornando o artilheiro do Palmeiras neste século. O baixola é espetacular!

Postar um comentário

0 Comentários