FACEBOOK

Rodada Palmeiras - Palmeiras x Ferroviária

Neste domingo, a equipe Palmeirense enfrentou a Ferroviária de Araraquara e empatou sem gols, em um dos piores jogos de 2019.

A equipe comandada por Luiz Felipe Scolari entrou em campo contra a Ferroviária, pior que se fosse um amistoso na Academia de futebol, no primeiro dia, depois das férias de fim de ano.

A torcida do interior não merece esse tipo de atitude dos jogadores, pois muitos só tem a oportunidade de vê a equipe no Campeonato Paulista, tanto que no final do jogo, alguns começaram a xingar os jogadores, principalmente o Borja, pela falta de vontade e a falta de capacidade técnica nesse início de ano.

Destaques apenas para: Jailson com duas boas interceptações, uma no primeiro tempo e outra no segundo tempo da partida, Felipe Melo pela segurança no meio campo e o Dudu, que mesmo devendo nesse inicio, se mostrou novamente com muita raça para mudar a situação do jogo.

Os destaques negativos ficaram por conta do atacante Carlos Eduardo, que perdeu uma grande oportunidade em um cruzamento do Dudu, e a falta de categoria para dominar a bola e tomadas de decisões sempre precipitadas, no meu ver está na hora do Luiz Felipe, afasta-lo um pouco dos jogos e preserva-lo, pois a camisa está pesando e grande parte da torcida já questiona o valor investido na sua contratação.

Nosso meio campo está sem criatividade nenhuma, tanto da parte do Bruno Henrique que terminou 2018 em alto nível, quanto ao Lucas Lima; que não consegue quebrar as linhas defensivas das equipes adversárias com passes, e quando consegue, se pega na má fase do Borja principalmente, mais mesmo assim, nunca ele consegue dar uma finta para destabilizar o esquema defensivo do adversário.

Estamos com uma equipe muito burocrática e com peças de reposições que poderiam surtir algum efeito com Scarpa (departamento médico), Felipe Pires ( que ontem consegui jogar apenas 7 minutos, pois tomou uma entrada forte no calcanhar),  Deyverson (suspenso) e Arthur Cabral (não inscrito na primeira fase do campeonato) que poderiam mudar o panorama do jogo.

Bom mesmo foi a entrada de Ricardo Goulart, já recuperado de contusão, porém sem ritmo de jogo, porém em poucos passes já se percebe uma qualidade de passe acima da média, inclusive deixou Borja na cara do gol, onde tentou dominar e o goleiro conseguiu afastar.

O departamento técnico comandado pelo Luiz Felipe e pelo Paulo Turra estão deixando a torcida desesperada, pois até agora os meias Zé Rafael e Raphael Veiga tiveram poucas oportunidades na equipe, mesmo com os revesamentos implantados pelos responsáveis.

O próximo jogo será no próximo sábado, diante do Santos, no Allianz Parque, ás 19 horas, quem sabe com mais uma semana de treino e as críticas que estão recebendo, possam mostrar um futebol melhor, como terminou 2018.

Postar um comentário

0 Comentários