FACEBOOK

Willian compara Roger a Tite pelo êxito na gestão do elenco no Palmeiras

Atacante tem sido titular neste começo de ano e já marcou, inclusive, um gol

Minuto Palestra | Estadão 
O atacante Willian elogiou nesta quinta-feira a forma como o técnico Roger Machado tem conduzido a gestão do elenco do Palmeiras. Na opinião do artilheiro do time na última temporada, o treinador tem conduta exemplar ao conversar com os jogadores, explicar as escolhas para a equipe titular e, assim, fazer até mesmo os reservas compreenderem a situação, não ficando desanimados por serem preterido.O jogador do Palmeiras citou o atual técnico da seleção brasileira, Tite, como um dos comandantes mais hábeis nesse trabalho de administração de grupo. "É o papel mais importante que eu vejo hoje (gerir grupo). Temos uma referência que é o Tite, na seleção, como ele faz a gestão dos atletas. Em um time grande lidar com essas situações é difícil, tem elenco com 30 atletas e 20 em alto nível podendo ser titular. Mas sabemos que todos estão aqui por méritos", afirmou Willian em entrevista coletiva.


Willian/Palmeiras Gol
Willian trabalhou com Tite no Corinthians, onde foram campeões em 2011 do Campeonato Brasileiro e em 2012 da Copa Libertadores. Essa convivência levou o jogador a comparar o treinador da seleção a Roger Machado. "Teve uma conversa com ele, que disse respeitar a história de cada um, mas que para ele isso ia zerar. Todos querem estar ajudando, é realmente horrível não jogar. Quando o grupo vai se tornar vencedor, quando falamos de família Palmeiras, são nessas atitudes e nessas diferenças que vamos sobressair. É se entender e respeitar o espaço de cada um", comentou.

O atacante tem sido titular neste começo de ano e já marcou, inclusive, um gol, o primeiro da equipe em 2018. Willian disse que no Palmeiras há um bom ambiente, mesmo com a intensa disputa por posições. Para o jogo de domingo, contra o Santos, pelo Campeonato Paulista, o jogador deve novamente ser utilizado no setor ofensivo ao lado de Dudu e de Borja.

O próprio temor de insatisfações no elenco, causadas pela qualidade de atletas e as poucas vagas no time, levaram a diretoria a criar um novo cargo. Recém-aposentado, Zé Roberto se tornou assessor técnico e tem entre as atribuições, conversar com os jogadores e evitar que possíveis descontentamentos possam atrapalhar o rendimento da equipe.

"Esse trabalho de conversar com um atleta ou outro é em sigilo.Nós mesmo ou vocês, da imprensa, vão ficar sabendo muito pouco. Ele tem de abordar o profissional e o assunto morrer entre eles. Quando temos oportunidade estamos sempre conversando, é uma referência para nós", afirmou Willian.

Postar um comentário

0 Comentários