FACEBOOK

História Verde: Os milagres de São Marcos na Argentina

No dia 19/05/1999, o Palmeiras foi até a Argentina para enfrentar o River Plate pelo primeiro jogo da semifinal da Copa Libertadores. O time argentino contava com grandes craques como Saviola, Berti, Gallardo, Sorin. O Verdão contava Zinho,Alex, Paulo Nunes, e o goleiro Marcos.

Marcos, que já havia sido o principal personagem da fase anterior, quando fez verdadeiros milagres nos jogos contra o Corinthians, passando a ser chamado de São Marcos. Os milagres não pararam ali, e o River Plate foi parou em suas mãos.

No primeiro tempo, apesar de uma bola na trave de Paulo Nunes, o domínio foi total do time argentino, com a primeira chance de gol acontecendo já aos 2 minutos, numa bola que passou raspando o travessão. No minuto seguinte, o primeiro milagre de São Marcos, quando Saviola desviou uma bola, obrigando Marcos a fazer uma grande defesa, mandando a bola para escanteio. No escanteio, quase Gallardo marcou o gol, num chute onde a bola também passou raspando o travessão.

Aos 9 minutos, outra grande defesa de São Marcos, num chute cruzado de Saviola. O mesmo Saviola, aos 32 minutos outra vez exigiu uma grande defesa de Marcos, ao limpar a marcação e chutar, fazendo Marcos espalmar a bola por cima do travessão.

Aos 3 minutos do segundo tempo, depois de muita pressão, o River Plate chegou ao gol com Berti, Aos 35 minutos, o Palmeiras perdeu Júnior Baiano, expulso. O River ainda teve algumas oportunidades, mas nenhuma delas que exigisse uma grande defesa de Marcos.

O jogo acabou por 1x0, e a sensação é de que não foi uma goleada do time argentino porque São Marcos não deixou. Por um lado a frustração do time argentino, mesmo vencendo o jogo. Do outro lado, a esperança do Palmeiras que trazia para o Brasil um resultado possível de se reverter. E assim foi feito.


Postar um comentário

0 Comentários