FACEBOOK

Rodada Palmeiras - A grande estréia do ano

Nesta quarta-feira, a equipe comandada pelo Luiz Felipe Scolari estréia na Libertadores diante do Júnior Barranquila da Colômbia, ás 21 e 30 com transmissão da Rede Globo.

A torcida Palmeirense não vê a hora da estréia do Palmeiras na nossa 19º participação em Copa Libertadores, a grande dúvida está no desempenho, pois até agora fez apenas um BOM jogo contra a equipe do Santos, mesmo assim o placar não saiu do zero a zero.

É até compreensível a falta de vontade dos jogadores no campeonato Paulista, porém o que mais preocupa é a má fase do ataque palmeirense, pois os pontas que foram contratados, Carlos Eduardo e Felipe Pires ainda não mostrou, o por que, dos investimentos feitos, o atacante Deyverson suspenso no estadual, poderá ser uma surpresa, pois o atacante Borja está numa fase técnica muito aquém do que se espera dele, e o Artur Cabral em fase final de recuperação, problemas no púbis e ainda não fez um jogo pela equipe em 2019.

A torcida e Diretoria não esconde de ninguém que a Libertadores é a grande obsessão desde que a equipe conseguiu se estruturar e a fazer grandes investimentos em contratações, porém nos últimos anos, amargamos eliminações, principalmente em 2018 que vencemos o Boca Juniors na Argentina, na fase de grupos, e no último jogo da fase de classificação poderíamos elimina-los diante do rival de quarta-feira, porém nossas tradições impedem de entregarmos qualquer jogo, independente de quem seja o beneficiado, e num jogo medonho na Argentina contra o mesmo Boca, tomamos dois gols em 10 minutos que prejudicou e muito a nossa ida para a final.

Este ano uma das grandes novidades da competição é que no banco de reserva poderá ficar 12 jogadores, aumentando a possibilidade de mudar o rumo de uma partida, onde antes só poderia ficar 7 jogadores.

A equipe Palmeirense levou 28 jogadores para a Colômbia, ficando em São Paulo, apenas o zagueiro Luan e o meio-campo Jean, recuperando de contusões.

Estatísticas do Palmeiras na Libertadores:

174 jogos: 91 vitórias, 33 empates e 50 derrotas
309 gols marcados e 197 sofridos
Maior artilheiro: Alex - 12 gols
Jogador que mais disputou partidas: Marcos - 57 jogos
Maior goleada: Palmeiras 7 x 0 El Nacional (Equador) em 1995

Postar um comentário

0 Comentários